PARTILHE NA REDE:

HISTÓRIA

O Asilo de Santo António

O Asilo de Santo António, mais tarde designado por Associação Protectora de Infância Santo António de Lisboa, e presentemente com o nome de Associação Pró-Infância Santo António de Lisboa, foi fundado em 22 de Março de 1891, com 13 associados, por Luís Pinto Moitinho, sendo a administração confiada a uma direcção composta por sete elementos efectivos e três suplentes. Inspirados pelos sentimentos do seu fundador, foram elaborados os Estatutos, aprovados segundo Alvará de 3 de Junho de 1890, pelo Governador Civil de Lisboa.

O Asilo foi inaugurado a 1 de Abril de 1892 com 13 educandas. Nessa altura o Asilo localizava-se numa casa do Largo do Conde Pombeiro, que pertencia ao Conde de Azarujinha, tendo como finalidade acolher raparigas órfãs às quais era ministrada educação industrial e profissional, mais tarde começou a ser-lhes dada uma educação literária e técnica. Funcionava como internato e era apoiada com donativos de vária ordem e vendas de trabalhos executados nas oficinas pelas educandas, revertendo este dinheiro a favor das crianças e manutenção do Asilo.

S. Majestade a Rainha Senhora D. Amélia

Em 8 de Abril de 1893, visitou o Asilo de Santo António S. Majestade a Rainha Senhora D. Amélia, acompanhada pelo Príncipe Real D. Luiz Filippe, entendendo a Direcção deste Asilo, dever nomeá-lo Presidente Honorário.

Nos livros dos visitantes escreveu Sua Majestade a Rainha:
"Visitando hoje a casa em que se acha estabelecida a Associação Protectora da Infância Santo António de Lisboa, tive o ensejo de avaliar quanto é útil e moralizadora esta Instituição, congratulando-me por vêr meu filho, o Príncipe Real, presidir a uma obra que honra quem a empreendeu pelo bem que faz e prepara as crianças que a frequentam com princípios sãos e aptidões para o trabalho que nobilita."

Mais tarde foi a sede do Asilo mudada para uma casa no Paço da Rainha, nº 21, e só em 16 de Junho de 1895 foi inaugurado o edifício do Asilo que ainda hoje perdura, na Av. Almirante Reis, que na altura se intitulava Av. D. Amélia.

Durante vários anos esta situação manteve-se, havendo um interregno entre 1974 e 1979 por falta de educandas, tendo sido nessa altura cedidas as instalações à Caritas Portuguesas, para alojamento de retornados das Ex - Colónias. Durante este interregno as instalações degradaram-se, pondo em perigo os fins a que as mesmas se destinavam. Em Outubro de 1979 foi formada uma direcção por pessoas residentes na freguesia, decidindo recomeçar com o seu funcionamento, criando um Jardim Infantil, para apoiar as crianças de menores recursos sócio-económicos domiciliados na freguesia.

Aos poucos foi-se tentando melhorar as instalações com apoios dados através de donativos e doações, produto da quotização dos associados, subsídio de instiuições diversas e das autarquias.

No ano lectivo de 1980/81 formaram-se mais 2 grupos de J. Infantil, uma classe de instrução primária e 1 grupo de Actividades de Tempos Livres.

Em Outubro de 1981 inaugurou-se a Creche. Houve um aumento significativo de inscrições para a frequência de Escola Primária e Tempos Livres, pelo que houve um maior e melhor aproveitamento das instalações.

O Objectivo principal desta Associação, é ter sempre em conta o bem estar de cada criança proporcionando-lhe um lugar calmo e confortável, ensinando-a a viver na sua pequena comunidade, que é a Escola. Face ao exposto, a nossa Associação é já Centenária. Por esse facto as nossas instalações, ao longo dos anos, têm sofrido obras de melhoramento e ampliação.

INSTALAÇÔES

Ter sempre em conta o bem estar de cada criança proporcionando-lhe um lugar calmo e confortável, ensinando-a a viver na sua pequena comunidade, que é a Escola. Face ao exposto, a nossa Associação é já Centenária. Por esse facto as nossas instalações, ao longo dos anos, têm sofrido obras de melhoramento e ampliação.

QUALIDADE

A fim de cumprir a sua Missão e de cumprir com os resquisitos exigidos pelo Instituto da Segurança Social (I.S.S.), a APISAL iniciou o processo de implementação do Manual da Qualidade de I.S.S..
VER MAIS

APRESENTAÇÃO

A Associação Pró-Infância Santo António de Lisboa, designada por APISAL, da qual depende o Externato Primário da Associação Pró-Infância Santo António de Lisboa a que se refere o Alvará n.º 643 do Ministério da Educação, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social.
VER MAIS